Slider

Polícia Federal prende suspeito de assaltar agências dos Correios na Paraíba

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A Polícia Federal na Paraíba, dando continuidade às diligências iniciadas na última sexta-feira (29), deu cumprimento nesta terça-feira (2), a mais mandados de prisão e de busca e apreensão relacionados à Operação Carrossel, desenvolvida pela Delegacia de Repressão a Crimes contra o Patrimônio e ao Tráfico de Armas.

Diferentemente do que aconteceu na sexta-feira, quando diligências foram feitas nas cidades de João Pessoa (PB) e Mossoró (RN), as ações policiais desta terça ocorreram exclusivamente no Rio Grande do Norte e foram realizadas pela Superintendência Regional da PF naquele Estado, com o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na cidade de Extremoz (RN) e a dois mandados de prisão preventiva contra um suspeito custodiado na Cadeia Pública de Ceará-Mirim (RN).

As ordens judiciais de prisão foram expedidas em razão da atuação do detento nos roubos à mão armada contra as agências dos Correios de Soledade (PB), em 20 de outubro de 2019, e Taperoá (PB), em 10 de janeiro de 2020. Seu comparsa já havia sido preso na cidade de Mossoró (RN), na última sexta-feira, acusado dos mesmos crimes e, ainda, de um segundo roubo à agência dos Correios de Taperoá (PB), em 31 de janeiro de 2020.

No total, somando-se as diligências ocorridas sexta-feira e hoje, a Polícia Federal realizou buscas em seis endereços nas cidades de Mossoró (RN), João Pessoa (PB) e, agora, Extremoz (RN), e deu cumprimento a cinco mandados de prisão contra dois indivíduos.

A participação dos criminosos em outros delitos de mesma natureza (roubos à mão armada contra agências dos Correios) continua sendo apurada e não se descarta a solicitação de novas medidas judiciais pela Polícia Federal.

da Redação com Assessoria

Slider